Pele oleosa? Combata o brilho indesejado com esses quatro alimentos
3 de maio de 2018
Emagrecimento facial: conheça a bichectomia
28 de maio de 2018

Mitos e verdades sobre a maquiagem

Com o poder de disfarçar eventuais imperfeições e realçar o que há de mais belo nas mulheres, a maquiagem, quando devidamente aplicada, pode se tornar em um forte aliado para a autoestima e beleza feminina.

Quem nunca se surpreendeu com o antes e depois de uma famosa em um evento de red carpet? Ou com o resultado de uma make baseada apenas em dicas de blogueirinhas do momento?

A arte de maquiar possui seus segredos e técnicas de aplicação que podem funcionar impecavelmente ou, muitas vezes, resultar em um efeito contrário do desejado. Para acertar em cheio, confira abaixo cinco mitos – ou verdades – sobre a maquiagem e anote estes truques em sua agenda.

Aplicar base antes do batom intensifica sua tonalidade?

Verdade! Antes de passar o batom, aplique uma camada generosa de base sobre os lábios. Esse produto neutraliza a cor avermelhada natural da boca, evidenciando o tom do batom. Além de intensificar sua tonalidade, ele também prolonga a durabilidade do batom. Isso porque, ao conter sílica em sua composição, a base ajuda a controlar a oleosidade da região, evitando que o batom sambe na boca e, então, fixe-se melhor.

Dica: Evite essa técnica quando optar por batons de efeito matte, a tendência é de que o produto resseque e fique com o aspecto de craquelado.

Para escolher o tom ideal de base, devo testá-la na mão?

Mito! Na hora de escolher uma base, nada de testá-la na mão ou no colo. O ideal é aplicá-la diretamente no rosto, mais especificamente na região do maxilar. Isso porque a tonalidade da face é geralmente mais clara do que a do restante do corpo, principalmente, em comparação as mãos que ficam expostas ao Sol e a descuidos.

Dica: Aplique três diferentes tons de base no rosto e observe qual delas se assemelha ao tom de sua pele. A que desaparecer na região aplicada é a sua escolha certa!

Cosméticos à prova d’água: posso usá-los sempre?

Mito! Quanto menos você se maquiar com produtos que apenas são removidos completamente com demaquilante, melhor! A remoção de um rímel à prova d’água pode machucar e irritar a região dos olhos, além de resultar na queda dos cílios – se feita com frequência.

Dica: Reserve os cosméticos à prova d’água para ocasiões especiais, como casamentos e festas, onde há uma grande possibilidade de chorar ou suar e, em vista disso, borrar a maquiagem.

Posso hidratar meu rosto mesmo se ele for oleoso?

Verdade! Oleosa, seca ou mista. Todo o tipo de pele deve ser hidratado de acordo com sua necessidade. No caso das oleosas, a camada que se forma na superfície da pele não garante a hidratação das camadas cutâneas mais profundas. Além disso, a oleosidade costuma se concentrar na zona T – testa, nariz e queixo – enquanto as demais áreas ficam ressecadas. Por isso a importância de hidratá-la.

Dica: Para não piorar a sensação de rosto ensebado, basta escolher um produto em gel, livre de óleos e com ação matificante – que absorve o excesso de brilho. Fórmulas com ácido lático ou glicólico hidratam a face, reduzem a produção de sebo e estimulam a renovação das células. Aposte em produtos com esses componentes!

Mulheres mais velhas devem usar mais maquiagem?

Mito! Quando a pele é mais madura, recomenda-se não pesar a mão no momento de maquiar-se. Isso porque os cosméticos acabam por se acumular nas rugas e linhas de expressão, criando o efeito de make pesada e envelhecendo ainda mais o rosto.

Dicas: Menos é mais! Para que a pele fique com um aspecto natural não abuse na quantia dos produtos! Apostar nos queridinhos do dia a dia é uma primorosa opção. Base, corretivo, blush, rímel e batom bastam.